domingo, 8 de fevereiro de 2015

Flávio Dino anunciou que convocará 66 policiais civis para março


Em reunião com a cúpula da Segurança Pública do Maranhão, o governador Flávio Dino anunciou que convocará 66 excedentes do concurso realizado em 2012 para compor os quadros da Polícia Civil. Os novos policiais civis serão chamados já no mês de março de 2015, como mais uma ação do Governo do Maranhão para aumentar o efetivo policial e diminuir os índices de violência no Estado.

Após receber o planejamento da Delegacia Geral da Polícia Civil do Maranhão, o governador Flávio Dino aprovou a proposta apresentada pelo delegado geral Augusto Barros de convocar novos policiais civis para trabalhar na Segurança Pública do Maranhão, atuando no setor de desarticulação das organizações criminosas e no combate ao tráfico de drogas. O anúncio foi feito por Flávio Dino na manhã desta sexta (6), na reunião semanal entre o governador e os responsáveis pelas pastas ligadas à Segurança no Estado.

Serão convocados 20 delegados, 30 investigadores, 15 peritos e um escrivão para atuar nos quadros da Polícia Civil do Maranhão a partir do mês de março. Os novos servidores vão contribuir para melhorar as investigações crimi da Polícia Civil junto ao Governo, será possível aumentar nossos quadros e garantir dinamismo maior nas nossas ações,” afirmou Augusto Barros.

INVESTIMENTOS EM SEGURANÇA PÚBLICA

Esta foi mais uma das ações do Governo do Estado na melhoria da Segurança Pública para todos os maranhenses. Ao longo do mês de janeiro, o governador Flávio Dino apresentou uma série de medidas na melhoria das condições de trabalho da Administração Penitenciária, do Corpo de Bombeiros e das Polícias Militar e Civil, além da ampliação do efetivo.

Ainda em janeiro, Flávio Dino assinou decreto com a convocação de 1.000 excedentes do concurso da Polícia Militar para reforçar a corporação. Hoje, o Maranhão possui o menor percentual de policiais por habitantes do Brasil. Além disto, autorizou a compra de sistema de rádio para comunicação entre os policiais, que anteriormente o faziam por meio de celulares.

Ainda esta semana, o Governo do Estado publicou no Diário Oficial a convocação de 500 policiais militares da reserva para trabalhar nas atividades meio da Segurança Pública, liberando os quadros da ativa que hoje ocupam cargos da administração para voltarem a atuar no combate ao crime em todos os municípios do Maranhão.