domingo, 29 de janeiro de 2017

Vídeo: PM fez live de seu próprio suícidio no Facebook


Policial militar do Rio de Janeiro, Douglas Vieira, de 28 anos, lotado no 24° BPM (Queimados) fez live de sua própria morte na noite do último sábado (28/1), pela sua página no Facebook. O PM, Douglas, passava por um processo de divórcio e cobrava pelas redes sociais o depósito de salários atrasados. A PM vive uma das maiores crises de sua história no estado, com atrasos de pagamentos e aumento de ataques de bandidos à corporação.

O PM que se demonstrou na live do Facebook, com um comportamento estranho, fora de seu comum chamou atenção dos amigos, pelas falas. Os amigos que ainda tentaram desesperadamente fazer com  que Douglas desistisse do ato. “E aí, tranquilidade? ‘Tamo’ junto. Quero ver quem tem disposição para ver ‘bagulho’ ao vivo. Quem não tem estômago mete o pé. O ‘bagulho’ vai ficar doido agora”, ele disse, antes de atirar contra a própria cabeça. O celular cai da mão do policial e a imagem some.
Segundo Mayra Lisbôa, amiga de Douglas e que assistiu o suicídio, ele já havia feito uma transmissão anterior, em que dava a entender que poderia de fato se matar "Às 22h34m, ele postou um vídeo da música Kungs vs Cookin’ on 3 Burners, dizendo que quando tocasse, era para se lembrar sempre dele, pois gostava muito", contou.
Ao jornal O Globo, o padrinho do policial, Cleonilson Cruz, disse que ele estava triste e “reclamava de tudo”. “Além da falta de pagamento, estava se divorciando e trabalhando muito, fazendo segurança privada. Estou muito triste porque ele me chamou pra sair ontem e eu não aceitei o convite”, desabafou. “Ele era um cara que gostava de curtir a vida. Não consegui entender o que aconteceu”, continuou.

As imagens não estão mais disponíveis na página de Douglas, mas gravações circulam pelas redes sociais. O policial deixa uma filha de um ano.

Nas suas últimas publicações no Facebook, o policial falava sobre amor, sofrimento e sobre contas atrasadas, cobrando pagamentos não recebidos. A página ainda não saiu do ar. As postagens têm comentários de amigos e desconhecidos lamentando a sua morte.