sábado, 29 de julho de 2017

Câmera de segurança de condomínio captura ato em que Núbia Feitosa sofreu a tentativa de homicídio praticado pelo PM.


As imagens capturada de uma câmera de segurança do condomínio Lara,  usadas para apurá o caso em que a primeira-dama do município de Paço do Lumiar, Núbia Feitosa, foi baleada, são claramente visível que os tiros disparados contra o policial militar, que estava em estado de embriaguez e agredindo uma mulher, foi dado em legítima defesa por um dos assessores que acompanhavam a esposa do prefeito Domingos Dutra (PCdoB).

Nas imagens é possível ver claramente e  demostram que o policial militar atirou primeiro contra Núbia Feitosa que foi atingida de raspão no ombro, mãos e na face. Um dos assessores evitou uma morte, o que levou a efetuar o disparo em legítima defesa, atingindo o PM que se encontra internado.

Núbia está hospitalizada no São Domingos, onde está sendo atendida, ainda segundo o prefeito Domingos Dutra, em entrevista, os médicos sinalizaram que não havia risco de morte, mas seria submetida a procedimento cirúrgico.

O inquérito, determinado pela Secretaria de Segurança do Estado, segue e outras testemunhas vão ser ouvidas.

O episódio ocorreu no final da tarde de sexta-feira (28), na Estrada do Sítio Grande, que interliga a Estrada da Maioba ao conjunto Maiobão. Ela foi ferida nas mãos, rosto e ombros e não corre risco de morte.

A secretária estava voltando pela Estrada do Sítio Grande acompanhada por dois assessores, quando avistou o PM agredindo uma mulher. Ela pediu para parar o veículo e foi tentar acalmar o agressor e tirar a vítima do alcance dele.

No entanto, o policial militar, que apresentava sinais claros de embriaguez, discutiu com a primeira-dama, tendo sacado a arma e atirado várias vezes, atingindo-a. Um dos assessores teria reagido em legítima defesa.

Veja as imagens capturadas pela câmera de segurança do condomínio.