quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

MP abre inquérito para investigar prefeita agourenta Talita Laci de Raposa

Foi mau sinal ou mau agouro? O entendimento do Ministério Publico sobre o contrato de 170 mil foi outro! Na segunda-feira (29)  MP-MA instaurou inquérito civil para ser apurado suposta improbidade administrativa da prefeita de Raposa, Talita Laci (PCdoB), pela contratação de empresa especializada para o fornecimento de urnas mortuárias e serviços translado funerais.

Abertas no dia 29 de janeiro, investigações pelo promotor de Justiça Reinaldo Campos Castro Júnior da Promotoria de Raposa.

Além dos caixões, também é alvo do inquérito o processo licitatório para aquisições de serviços especializados de locação de equipamentos, estruturas e materiais para a promoção de eventos, do qual resultou o total de R$ 1.833.078,00. Pregão Presencial N° 049/2017.

Conforme publicação já sinalizada pelo titular do blog "contratação de empresas"  especializada para fornecer urnas funerárias e serviços translado, valor do contrato 170 mil.
MP 

Pela Requisição do promotor de justiça, Talita Laci tem o prazo de 10 dias para encaminhar à Promotoria cópia integral dos autos dos dois processos que resultaram nas contratações supracitados  pela investigação.